Desabafo

Na verdade, quando comecei esse blog, um dos objetivos era falar sobre coisas que me incomodavam no que via na política, na sociedade, no dia a dia, na vida.  Emfim, uma forma de ter voz, de ruminar, de desabafar sobre situações em que me sentisse impotente.

Com o tempo, o blog foi tomando outra forma, com dicas sobre coisas do blog, curiosidades. Eu acho mesmo que ficou melhor e mais agradável.
Mas agora, tive uma recaída.

Li uma notícia no jornal que me deixou com aquele nó na garganta, aquela sensação de que a coisa está feia, de que é preciso fazer alguma coisa. Parece, de novo, que pouco podemos fazer, a não ser, reclamar. 
Então vamos reclamar.
Afinal não era para isso esse blog?

Vamos aos fatos:

Aqui em Salvador uma doceria com algumas filiais espalhadas em shoppings da cidade e com uma filial no bairro da Barra, que não está  em um shopping.
Muito bem, essa filial foi assaltada com todos seus clientes também vítimas do assalto, nada menos que duas vezes no mesmo mês.
O que fizeram os donos do negócio?
Resolveram fechar a filial. Decisão correta (eu também faria).

Mas fico imaginando as implicações dessa decisão.
A loja fecha.
O dono da casa onde a loja funcionava perde o aluguel (mas continua pagando IPTU e sei lá quantos outros impostos).
O dono da loja perde o seu negócio que teve investimentos, que pagou muitos impostos.
Os funcionários perdem seus empregos.
Os clientes perdem a chance de continuar frequentando o lugar.

Mas o que fazem as autoridades?
Não fazem nada. Não farão nada.
E segue o barco.
Nós estamos verdadeiramente perdidos.



Postar um comentário